in ,

Clube da Melhor Idade inicia aulas de artesanato

Clube da Melhor Idade inicia aulas de artesanato

Clube da Melhor Idade inicia aulas de artesanato

Nesta terça-feira, dia 8, tiveram início no Clube da Melhor Idade de Nova Odessa as aulas de duas novas turmas, somando 30 alunos, da qualificação gratuita de Artesanato em Fitas. A oficina é fruto de parceria da Prefeitura, através do Fundo Social de Solidariedade, com a empresa PHFit, instalada na cidade e líder na produção de fitas têxteis rígidas na América Latina. Em pouco mais de três anos, o curso já formou mais de 500 pessoas.

A primeira-dama do município e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Andréa Souza, ressalta a importância da Administração Municipal proporcionar a capacitação gratuita. “A Prefeitura não tem medido esforços e continua investindo nos cidadãos”, destaca. “Para as pessoas terem uma ocupação e melhorar a autoestima, ou mesmo se qualificar para poder obter uma renda por conta própria”, acrescenta.

Está em andamento também a qualificação de outras 90 pessoas em Manicure com Decoração de Unhas, Design de Sobrancelhas e Artesanato em Fitas, no CAS (Centro de Atendimento Social), do Jardim São Jorge, e no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), do Jardim das Palmeiras. As aulas dos outros dois cursos disponibilizados no Clube da Melhor Idade iniciam na próxima semana.

O CAS tem 20 inscritos em Manicure com Decoração de Unhas, cujas aulas começam na quarta-feira, dia 16, além de 20 participantes já iniciados em Artesanato em Fitas. E o CRAS, que atende a famílias participantes conforme critérios sociais, começou oficina de Artesanato em Fitas. O CAS e principalmente o CRAS priorizam os munícipes dos bairros próximos de abrangência e atendidos pelo Governo Federal.

As turmas de artesanato que iniciaram nesta terça-feira receberam as boas-vindas da coordenadora do Clube da Melhor Idade, Cristiane Mareschi Barbosa, da assessora Andresa Furian, representando a presidente do Fundo Social de Solidariedade (Andréa Souza), e do chefe de gabinete da Prefeitura, André Faganello, como representante na ocasião do prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza.

De acordo com a professora do curso, Silmara Godoi, o aprendizado é focado nos bordados em fitas. “É um material bom para se confeccionar produtos para dar de presente”, ressalta. “Mas principalmente porque se consegue fazer itens rentáveis de vender”, completa. Segundo a professora, alguns materiais prontos chegam a custar entre R$ 100 e R$ 150 cada, garantindo renda adicional aos participantes do curso.